Notícias | Prazos de entrega - Devoluções   Saber mais

Transmissão de BTT – Para por a sua BTT a andar!

 
A Transmissão de BTT pertence, juntamente com os travões de BTT, àquilo que chamamos de "grupo". A transmissão designa o conjunto de peças que permitem a conversão de energia para fazer girar as rodas. No caso o BTT, a energia a converter é a energia produzida diretamente pelo piloto e suas pernas que é transmitida à roda traseira. A transmissão de BTT também diz respeito à troca de velocidades: hoje em dia situa-se por baixo do manípulo de travão e é conseguida com um único movimento de polegar. Isto permite ao praticante de BTT pilotar e trocar de velocidades ao mesmo tempo.

 

Transmissão de BTT – Para ir a todo o lado

 
A transmissão de BTT é composta pelos desviadores dianteiro e traseiro, cabos e bichas, um pedaleiro duplo, triplo ou mono prato, uma cassete entre 8 e 10 velocidades, uma corrente e manípulos de velocidades. O tipo de relações utilizado em BTT é diferente do utilizado em Estrada: Uma BTT tem de conseguir subir a árvores! Mas as relações variam muito consoante a disciplina. Em Cross Country podemos utilizar um prato triplo, enquanto em DH o monoprato é preferível. Só tem de pensar em escolher um guia de corrente adequado na Probikeshop.pt!

 

Transmissão de BTT – 2 tipos de passagem de velocidades

 
Na realidade, há 2 sistemas de manípulos de velocidades para transmissões de BTT.. O sistema de alavancas a acionar com o polegar e o sistema de punho rotativo. Desenvolvido pela SRAM e disponível na Probikeshop.pt, este tipo de passagem de velocidades chamado de Grip Shift conta com vários adeptos e funciona um pouco como o punho de aceleração de uma mota. Exceto que, em BTT, giramos o punho para trocar de velocidade ou de prato.
 

 
Aguarde um momento, por favor